Cirurgia cardíaca X Stent

May 30, 2017

 

 

 

A cardiopatia isquêmica (entupimento das artérias coronárias do coração) é a doença mais comum no coração, e a que mais mata. O tratamento desta enfermidade engloba mudanças no estilo de vida (abandonar tabagismo, praticar atividade física regular, manter alimentação correta, etc) e também o uso de medicamentos, com o intuito de retardar sua progressão e evitar as complicações.
Porém, alguns pacientes que detectam a doença tardiamente necessitam também de um procedimento invasivo chamado de revascularização, para que o sangue consiga circular até todas regiões do coração, superando as obstruções nas artérias. O procedimento pode ser uma cirurgia de “pontes de safena”, onde o sangue é desviado pelas “pontes”, ou então pode ser uma angioplastia com implante de stent (mais conhecido como “molinha”).
Há décadas a cardiologia debate qual o melhor tratamento: cirurgia ou stents? Os estudos realizados até agora sempre mostraram superioridade da cirurgia, porém, cada vez que surge uma nova geração de stents, mais modernos, a questão é reaberta, pois supõe-se desempenho cada vez melhor dos stents.
O periódico médico New England Journal of Medicine acaba de publicar o estudo mais recente sobre o assunto, comparando cirurgia com os stents recobertos de segunda geração (os mais modernos). O estudo foi realizado no sudeste asiático, com 27 hospitais, onde 880 pacientes que necessitavam revascularização no coração (com no mínimo 2 obstruções distintas) foram sorteados para serem tratados com cirurgia de ponte de safena ou stents. Após 4 anos e meio de seguimento deste grupo, os pacientes sorteados para cirurgia saíram-se melhor, sofrendo menos infartos, menos mortes e menos necessidade de nova revascularização.
A busca pelo melhor método de tratamento prossegue, mas até o momento os stents, por mais que tenham evoluído, ainda não conseguiram reproduzir o efeito benéfico desta antiga cirurgia, em pacientes com múltiplas obstruções nas artérias coronárias. Cabe lembrar, porém, que há muitos casos onde a cirurgia não é possível e os stents são úteis.

Fonte:  http://www.nejm.org/doi/full/10.1056/NEJMoa1415447?query=featured_home

Please reload

Posts Recentes

February 19, 2017

February 14, 2017

February 6, 2017

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Google+ Icon